Sertanejos se revoltam contra crônica de Zeca Camargo

Um grupo de sertanejos, incluindo Sorocaba, Henrique & Juliano, Israel Novaes e Belutti, entre outros, usou suas redes sociais para se posicionar contra uma crônica escrita por Zeca Camargo e narrada pelo próprio, durante o “Jornal das Dez” (GloboNews), na noite do último domingo (28). O texto do jornalista discorreu, principalmente, sobre a comoção gerada pela morte do cantor Cristiano Araújo.

 

Entre outras coisas, Zeca questionou a quantidade de pessoas “que não faziam a ideia de quem era Cristiano Araújo e partiram para um abraço coletivo”. O jornalista lembrou outras mortes que causaram comoção parecida, como os casos de Cazuza, Ayrton Senna, Kurt Cobain, Mamonas Assassinas, Princesa Diana e Michael Jackson. “Mas, Cristiano Araújo? Sim, Lady Di, Mamonas, Senna, todos esses eram, guardadas as proporções, ídolos de grande alcance. Como então fomos capazes de nos seduzir emocionalmente por uma figura relativamente desconhecida?”, diz.

Segundo Zeca Camargo, a explicação está na “pobreza da alma cultural brasileira”. “Aos nos mostrarmos abalados com a ausência de Cristiano, acreditamos estar, de fato, comovidos com a perda de um grande ídolo. Todos sabemos que não é bem assim. O cantor talvez tenha morrido cedo demais para provar que tinha potencial para se tornar uma paixão nacional, como tantos casos recentes”, questiona o jornalista. “Nossa história musical e mesmo o passado recente prova que temos tudo para adorarmos ídolos de verdade e para chorar de verdade, seja pela presença deles no palco, ou na saudade da perda”, conclui.

 

Colaboradores