MÚSICA
DISCO EM TRIBUTO A INEZITA BARROSO EXPÕE VEREDAS DO GRANDE SERTÃO QUE GEROU A OBRA REGIONALISTA DA CANTORA
  • DISCO EM TRIBUTO A INEZITA BARROSO EXPÕE VEREDAS DO GRANDE SERTÃO QUE GEROU A OBRA REGIONALISTA DA CANTORA

Disco em tributo a Inezita Barroso expõe veredas do grande sertão que gerou a obra regionalista da cantora Disco em tributo a Inezita Barroso expõe veredas do grande sertão que gerou a obra regionalista da cantora

"Lampião de gás / Lampião de gás / Quanta saudade / Você me traz".

Quando cantam o refrão de Lampião de gás (Zica Bergami, 1958), As Galvão, Maria Alcina, Consuelo de Paula e Claudio Lacerda parecem estar exprimindo a nostalgia não do lampião de gás, símbolo romântico de uma infância feliz na letra da música, mas de Inezita Barroso (4 de março de 1925 – 8 de março de 2015).

Inezita foi a intérprete que mais bem acendeu Lampião de gás, música que fecha o disco ao vivo gravado pelos artistas em tributo a essa cantora paulista de obra e memória identificadas com os sons de um já diluído Brasil regional, orgulhosamente caipira e interiorano.

Lançado pela gravadora Kuarup na primeira semana deste mês de março de 2019, quando a morte de Inezita Barroso completa quatro anos, o disco Canta Inezita perpetua 15 dos 19 números do show apresentado e gravado em agosto de 2018, na cidade de São Paulo (SP), com produção de Thiago Marques Luiz.

O tributo resulta bonito, harmonioso na combinação das várias veredas do sertão plural que gerou a obra regionalista da cantora paulista. Diretor musical e arranjador do show, Paulo Serau entendeu que Inezita extrapola a moda de viola.

A rigor, a cantora sempre foi muito além das porteiras abertas pelas duplas caipiras, embora também tivesse dado voz ao cancioneiro sertanejo em tempos em que o gênero ainda não havia se amalgamado com o pop urbano.

No recorte vivaz desse regionalismo multifacetado que pautou a obra da artista, o sertanejo está bem representado pelos fios com que Consuelo de Paula e Claudio Lacerda (na segunda voz) tecem a amarga teia afetiva que costura a guarânia Colcha de retalhos (Raul Torres, 1959) e pelo amor à terra que sacode Poeira (Serafim Colombo Gomes e Luís Bonan, 1967) – no solo afinado do mesmo Claudio Lacerda – e que também exala forte em Cheiro de relva (Dino Franco e José Fortuna, 1983) nas vozes cheias de sentimento e história d'As Galvão em gravação que o violonista Mario Campanha cita o sertão refinado de Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959).

Contudo, o sertão de Inezita Barroso sempre foi amplo, embutindo um Brasil rural que já gemia no toque da viola antes mesmo de a música sertaneja ser criada e rotulada pelo mercado. Esse Brasil pulsa em Viola quebrada (Mário de Andrade e Ary Kerner Veiga de Castro, 1928), solo de Consuelo de Paula, intérprete a quem também foi confiado o samba--canção Ronda (Paulo Vanzolini), composto em 1951 e lançado por Inezita em gravação de 1953.

No registro do disco Canta Inezita, Ronda gira com arranjo que remete aos sons dos conjuntos regionais que deram o tom da música brasileira até os ventos de modernidade que sopraram ao longo da década de 1950, culminando com a revolução da Bossa Nova em 1958.

Sem se prender a movimentos, Inezita Barroso foi também uma cantora do folclore de várias regiões do Brasil. A região de Mato Grosso é evocada na saudade cortante que afia Cuitelinho, outro solo de Claudio Miranda.

Com a habitual expansividade, Maria Alcina também expõe bem essa vertente do canto múltiplo de Inezita quando dá voz ao tradicional tema gaúcho Prenda minha, mas sai do universo de Inezita e atua como Alcina quando acentua a malícia sensual de Balaio (Barbosa Lessa e Paixão Cortes, 1956).

Nesse números de caráter mais folclórico, o acordeom de Ana Rodrigues sobressai nos arranjos elegantes de Paulo Serau. Enfim, Inezita Barroso foi artista de expressividade tão grande que o disco consegue somente dar uma amostra da extensa obra deixada pela artista.

De todo modo, a amostra do álbum ao vivo Canta Inezita – editado em CD com encarte farto que reproduz as letras das músicas – honra o legado dessa cantora que viveu e morreu fiel ao Brasil no qual acreditava.

11/03/2019/ 11:32:28
Outras Notícias
  • LULU SANTOS CELEBRA O PARAÍSO DO AMOR EM ÁLBUM COM LAMPEJOS DA LUMINOSIDADE POP DO ARTESÃO
LULU SANTOS CELEBRA O PARAÍSO DO AMOR EM ÁLBUM COM LAMPEJOS DA LUMINOSIDADE POP DO ARTESÃO
24/05/2019/ 10:55:43

As cordas são o prólogo de Radar, primeira música deste disco conceitual e autoral em que o artesão do pop brasileiro versa sobre o amor pelo modelo e analista de sistemas Clebson Teixeira, com quem Lulu está casado há um ano em união oficializada em abril deste ano de 2019.Produzido pelo DJ Marcello Mansur, o Memê,...

  • PARALAMAS DO SUCESSO REEDITAM 'SEVERINO', EM LP, PARA LEMBRAR OS 25 ANOS DO ÁLBUM MAIS ESTRANHO E SOMBRIO DO GRUPO
PARALAMAS DO SUCESSO REEDITAM 'SEVERINO', EM LP, PARA LEMBRAR OS 25 ANOS DO ÁLBUM MAIS ESTRANHO E SOMBRIO DO GRUPO
23/05/2019/ 11:34:18

Em 1994, o trio carioca Paralamas do Sucesso abriu barril de pólvora ao apresentar o álbum mais estranho, corajoso e mal-sucedido da discografia do grupo.Motivo do fracasso comercial, a estranheza do álbum Severino vinha justamente da coragem de fazer um disco mais complexo, sombrio, que ergueu ponte entre a cidade ...

  • MC LOMA SE REINVENTA COM GÊMEAS LACRAÇÃO NO VOCAL E VAI BEM COMO RAPPER EM 'ELA ME USA E ABUSA'
MC LOMA SE REINVENTA COM GÊMEAS LACRAÇÃO NO VOCAL E VAI BEM COMO RAPPER EM 'ELA ME USA E ABUSA'
22/05/2019/ 11:12:00

Ouça acima um trecho de 'Ela me usa e abusa' e veja análise do G1 no vídeo acima.Desta vez, quem aparece primeiro nos vocais femininos são as gêmeas. Mariely Santos e Mirella Santos. A Loma ataca de rapper no final e até faz um “skrrr”, maneirismo do trap dos EUA.Loma consegue continuar engraçada e cativante, e fina...

  • MADONNA FAZ APRESENTAÇÃO POLÊMICA NO EUROVISION 2019
MADONNA FAZ APRESENTAÇÃO POLÊMICA NO EUROVISION 2019
21/05/2019/ 11:29:51

Madonna fez questão de deixar sua voz política na performance que fez na final do Eurosivion 2019, competição de música europeia que aconteceu no último sábado (18), em Tel Aviv, Israel.A cantora, que havia sido criticada por aceitar se apresentar nesta edição, que ficou marcada por grandes protestos a favor dos dir...

  • MILTON NASCIMENTO É 'MANHÃ PLENA DE SOL E LUZ' A CLAREAR A NOITE DO BRASIL NO SHOW 'CLUBE DA ESQUINA'
MILTON NASCIMENTO É 'MANHÃ PLENA DE SOL E LUZ' A CLAREAR A NOITE DO BRASIL NO SHOW 'CLUBE DA ESQUINA'
20/05/2019/ 11:31:01

"Noite chegou outra vez de novo na esquina". Quando Milton Nascimento cantou o verso inicial da canção Clube da Esquina (Milton Nascimento, Lô Borges e Márcio Borges, 1970) na noite de ontem, 18 de maio, a sombra da atualidade dos versos pairou monstruosa sobre o público que lotou a casa Vivo Rio para assistir à seg...

  • 'JUNTOS E SHALLOW NOW': INTERNAUTAS FAZEM MEMES APÓS PAULA FERNANDES DIVULGAR VERSÃO PARA MÚSICA DE GAGA
'JUNTOS E SHALLOW NOW': INTERNAUTAS FAZEM MEMES APÓS PAULA FERNANDES DIVULGAR VERSÃO PARA MÚSICA DE GAGA
17/05/2019/ 11:14:48

Na última semana, Paula Fernandes anunciou que iria gravar uma versão brasileira de “Shallow”, aprovada diretamente por Lady Gaga, segundo informou a assessoria de Paula.E, nesta sexta-feira (17), Paula divulgou um trechinho da música, que tem Luan Santana como o escolhido para assumir o papel de Bradley Cooper na v...